© 2016 por Ruth Prana.  Criado por Wix.com

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google+ Social Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram ícone social

Ruth Nakabayashi

Ruth é engenheira civil, instrutora de Hatha Yoga e instrutora Sênior de Pranic Healing licenciada desde 1993, formada diretamente por Choa Kok Sui, desenvolvedor do método. Engenheiro químico, Kok Sui, era filipino de ascendência chinesa. Desde jovem se dedicou aos estudos milenares dos iogues chineses e mais tarde atualizou técnicas de manejo de energia para as necessidades do Ser Humano dos séculos XX/XXI. Obteve reconhecimento mundial como Grande Mestre e professor espiritual.

“Com 34 anos de atuação em terapias holísticas, 26 deles em Pranic Healing, e milhares de atendimentos, hoje, avalio que estamos diante de uma verdadeira ‘medicina energética’”, afirma a terapeuta. “Sabemos que a saúde é resultado de um sistema de energia (sutil) harmonioso interagindo com a forma física. O contrário disso é o desequilíbrio energético que pode levar a doenças.” 

 
Pós-graduação Lato Sensu em Psicologia Transpessoal e Administração de Recursos Humanos, Engenheira Civil, Inscrita no Mestrado em Saúde no IAMSPE- São Paulo, professora de piano e Instrutora de Hatha Yoga.

 

Licenciada pelo Institute for Inner Studies Inc para ministrar os cursos do Mestre Choa Kok Sui (MCKS):
- Pranic Healing® Básico,  Avançado, Psicoterapia,  Cristal, Auto Defesa Psíquica e Face Lifty & Body Sculpting.

Atualmente ministra cursos em Taubaté, Pouso Alegre, Presidente Prudente, Teresinha - Piauí,  Jacareí, São Paulo, Campo Grande, Palmas/TO e Rondonópolis/MT e  no Japão para brasileiros.

Acesse aqui ao currículo lattes da instrutora.

Cursos de Pranic Healing em Taubaté são ministrados no Instituto Brasileiro de Pranic Healing fundado em 1997.

Confira também o Instituto Pérola Azul conduzido pela Terapeuta Sandra Valle

www.facebook.com/pg/institutoperolaazul/posts/?ref=page_internal 

Minha história com a Prânica...

 

Em setembro de 1993, o Mestre Choa estava no Brasil e solicitei autorização para ministrar o curso Básico e Avançado em Taubaté. Na ocasião nenhuma representante ainda tinha contrato assinado com o Mestre, mas ele me licenciou para o curso básico por ter reconhecido o meu trabalho na área, em 94 a licença para o avançado, em 98 para Psicoterapia Prânica, em 2000 o Cristal Pranic Healin e Auto Defesa Psíquica e em 2012 para o Face Lift & Body sculpting.

Em setembro de 93 quando nos reencontramos, contei que praticávamos a meditação em grupo toda semana e ficou tão feliz que em 06 de Setembro do ano seguinte, nos presenteou com sua visita a Taubaté. Fui buscá-lo cedo em São Paulo e como eu tinha que terminar de ministrar o curso básico em São José dos Campos, Mestre Choa passou o dia com uma de minhas alunas e nos deu a honra de participar da meditação no final do curso junto com os alunos, dirigida por mim em Português.


 


Nesse dia, Mestre Choa ficou hospedado em minha residência que também é a Sede do Inbraph e no dia seguinte, tivemos o 1º Encontro do Mestre Choa com Terapeutas Prânicos e foi quando aplicou o Shaktpat em todos os alunos, dirigiu uma meditação especial e nos passou orientações de como espalhar a Meditação dos Corações Gêmeos.

Nossa afinidade espiritual era imensa, de outras vidas com certeza, tínhamos respeito mútuo, conversávamos, me perguntava dos alunos, dos cursos e acompanhava minha caminhada.

Em 1995 já tínhamos o laboratório onde os alunos podiam praticar a técnica atendendo primeiro os alunos e depois abrimos para a população. Por sugestão de um paciente da saúde mental, procuramos um lugar maior para atender mais pessoas e transferimos nossa atividade para o Departamento de ação social da Prefeitura Municipal de Taubaté – 1996 e nesse mesmo ano, Mestre Choa proferiu sua primeira palestra Beneficente no Brasil em Taubaté, quando foi recebido como Hóspede da Cidade de Taubaté.

Costumo dizer nos cursos que ministro que eu era como um "macaquinho", imitando o que o Mestre Choa fazia nos cursos, poder ensinar lembrando até hoje de seus gestos e palavras é o mínimo que posso oferecer aos alunos, além de ser uma honra e motivo de grande felicidade e realização.

Mestre Choa era uma pessoa tão simples mas com uma imensa generosidade, lembro de um dia, voltávamos do almoço, subindo a Rua Pamplona em São Paulo. Mestre Choa na frente, eu um pouco atrás e o grupo um pouco mais atrás de mim. Eu costumava olhar tudo o que o Mestre fazia, tinha muita sede de aprender e nesse dia, percebi que colocou a mão no bolso e tirou com a mão fechada, foi caminhando mais para dentro da calçada e logo na frente, dobrou os joelhos mas continuando com a cabeça para a frente, colocou a mão fechada na mão de um mendigo muito sujo que estava no chão e com a outra mão, fechou a mão dele para que outras pessoas não percebessem que colocou dinheiro e continuou andando olhando para frente.

Quando passo por um mendigo de rua vejo a mão esticada e sem coragem de tocar nela, percebo quando ainda tenho que trabalhar na humildade e generosidade.

Em um outro momento, estávamos entrando no restaurante para jantar e um homem alto, falando em inglês, abordou o grupo pedindo dinheiro. Mestre Choa estava um pouco mais para dentro da porta e escutou o pedido e disse para a coordenadora, sem olhar para o rapaz, "pergunte porque esta mendigando". A coordenadora disse para o Mestre que era só um mendigo e ele literalmente mandou fazer a pergunta e o rapaz contou que veio dos Estados Unidos, depois descobriu que estava com Aids e não conseguiu mais ir embora , ficou sem dinheiro e agora é obrigado a mendigar para sobreviver. Assim que o rapaz terminou de relatar o seu problema, Mestre Choa mandou a coordenadora fazer uma doação de dinheiro e entrou. Dizia que precisamos ouvir a história antes de julgar.

 

Mestre Choa era o meu Sat Guru em vida, sempre presente, orientando, nutrindo, protegendo, puxando as orelhas quando preciso, mas sempre com muita bondade amorosa e paciência.

 

Posso dizer que fui muito abençoada por estar tão próxima ao Mestre desde 93 e ter o reconhecimento dele como terapeuta de energia.